Artigos e Psicografias: Psicografias: 2013 Março - A Inteligência e a Dúvida

Artigos e Psicografias > Psicografias

2013 Março - A Inteligência e a Dúvida

O homem ao encarnar o corpo físico se acha detentor de esplêndido controle da sua vida e da sua inteligência e do seu destino.

Quanta ilusão!

Quanto medo de encarar realmente a verdade!

Quanto medo de se enxergar como realmente é!

Um corpo esplêndido e cristalino e vívido em equilíbrio Divino, mas que perece ao menor distúrbio. Mas que não resiste a menor disfunção e lhe traz os avisos do mau funcionamento.

De onde toda essa segurança, essa soberba?

Porque tanto medo?

O corpo físico não é passível da manipulação que o corpo perispiritual é.

Como não reconhecermos nossa natureza espiritual?

Como não reconhecermos nossa vida eterna?

Como não reconhecermos a beleza deste corpo físico que realmente não pode ser eterno?

Pois o espírito é eterno. Vai se modificando e manipulando à medida que evolui.

Como poderíamos ficar engessados neste corpo físico?

Como ficarmos eternizados na dúvida, na doença, na raiva e no medo?

Liberdade de escolha!

Escolher melhorar!

Escolher progredir sempre!

Escolher caminhar e para isso é necessário se desequilibrar, se desengessar e ter a coragem do coração, a coragem do amor, de ter a coragem de se enxergar vulnerável e perecível.

Somente assim teremos a certeza que pouco sabemos, pouco conhecemos e muito precisamos confiar.

Abrir os corações!

Abrir as mentes!

E modificar o espírito que um dia modificará o corpo físico à sua semelhança e iremos juntos chegar à conclusão que somos todos irmãos em fé, em luz e em amor Divino.

Como podemos ser tão únicos e tão iguais?

Como podemos ser tão sós e tão acompanhados?

Como tanta dúvida se tudo que recebemos, nós mesmos não sabemos como fizemos?

Como não confiar?

Como não acreditar que realmente uma inteligência maravilhosa e plena coordena tudo o que podemos receber e compreender?

Como, queridos irmãos, podemos querer nos modificar se não acreditamos que somos capazes e que somos sempre auxiliados de perto por nossos abnegados irmãos, discípulos que somos todos do mestre Jesus?

Quanto mais inteligência, mais devemos reverenciar nosso Deus, a inteligência suprema, criadora de toda essa beleza que compartilhamos todos os dias.

Inteligência mais uma ferramenta. Fé está a modulá-la para que ela possa gerar os frutos benditos que queremos ver distribuídos por todo universo.

Tenham fé!

Tenham coragem!

Sejamos humildes de nos reconhecermos necessitados, os doentes do cristo, as crianças do universo e por isso mesmo recebermos tanto amor, tanto amparo.

Queridos irmãos caminhemos à perfeição!

Mudemos nossas atitudes!

Burilemos nosso corpo!

Divinizemos nosso espírito a brilhar com o amor Divino!

Que a verdade nos liberte do medo e da dúvida e que possa alavancar nossa inteligência para a transformação que a humanidade necessita e merece.

Participemos unidos nas orientações e nas luzes da Doutrina Espírita certos de fazermos a nossa pequena parte.

Que o amor Divino nos abençoe os propósitos.

Estejamos unidos e dispostos a mudar, a desequilibrar e a transformar a nós mesmos.

Amor, luz e fé!

Inteligência criadora!

Ferramentas que a Divina providência nos deu a todos de acordo com necessidades e merecimentos para a eterna alegria de servir.

Alegria de servir!

Alegria de amar!

Muito amor!

Muita alegria!

Que assim seja!

 

                                                                                                                                                                                                     Irmão Michael – Grupo da Paz – 23/03/13.